Suborno de Pediatras pela indústria do leite dá cadeia… na Itália

06.07.2015
, , , , , , ,  - 

Notícia impressionante: pediatras presos por se deixar corromper pela indústria de leite. Me parece um caso inédito, e muito importante – emblemático.

Como se diz por aí, o ser humano não falha: não só os políticos se corrompem. Qualquer pessoa com um pedacinho de poder – do presidente da nação ao síndico do prédio. Médicos também. O crime neste caso é muito grave, pois eles sabem perfeitamente que estão roubando a saúde de milhares de crianças para ganhar vantagens mesquinhas. Almas pequenas.

Pelo menos quatro marcas de leite seduzem pediatras no Brasil. Nunca ouvi falar deste tipo de suborno, mas sabemos que existem favorecimentos em diversos graus de gravidade.

Uma marca domina uma sociedade de pediatria, outra compra uma maternidade no Rio…

Essa prática de marketing é extremamente eficiente. Sequer é preciso subornar. Basta ser gentil, oferecer latinhas, publicações, manuais, calendários, jantares (para “conversar” com algum “especialista” sobre as vantagens seu leite), cursos, que a gente fica com uma simpatia danada.

E assim mães de recém nascidos vão tendo alta da maternidade (depois da cesárea, claro) com a prescrição da famigerada latinha… Ora, isso é absurdo. Em vez de dizer “se ficar difícil, se tiver pouco leite, você pode usar este complemento” – um cenário super comum – todos os pediatras deveriam oferecer apoio à amamentação, na forma de contatos de serviços como bancos de leite ou profissionais como consultoras de amamentação. A prescrição da latinha “para o caso de” sabota a convicção da mulher e sua crença na própria capacidade, alem de promover o desmame diretamente através do conhecido fenômeno da “confusão de bico’- o bebe que mama na mamadeira em poucos dias não consegue mais sugar o seio. É um massacre.

A amamentação está em ascensão no Brasil, mas ainda falta muito trabalho. Lutamos pela licença de seis meses, pediatras tem cada vez mais consciência. Mas uma notícia como essa pode fazer a gente refletir e avançar mais rapidamente.

A seguir, a notícia:

A polícia italiana colocou, nessa sexta-feira, 12 pediatras em prisão domiciliar por aceitar presentes de fabricantes de fórmula de leite infantil, para promovê-los, ao invés do aleitamento materno. Eles recebiam iPhones, computadores Apple, ar condicionados, TVs, viagens para a Índia, EUA, Paris, Londres e Istambul e viagens em cruzeiros de luxo.

A polícia está investigando “uma prática comum e generalizada”, em que os pediatras “prescrevem fórmula de leite infantil para recém-nascidos, em troca de subornos na forma de presentes de luxo e feriados caros”, disse um comunicado.

Dois dos médicos presos eram chefes de pediatria em hospitais. Cinco representantes de vendas para três empresas diferentes e um executivo também estão sob prisão domiciliar.

O capitão Gennaro Riccardi disse à Reuters que os vendedores distribuiam “centenas de milhares de euros” em presentes para os médicos empregados pelo sistema de saúde estatal, se as vendas locais de substitutivos do leite materno crescessem.

“Não há adjetivos para descrever a gravidade dessas ações”, disse o ministro da Saúde, Beatrice Lorenzin em um comunicado.

Vinte e seis ordens de busca e apreensão relacionados com o caso foram expedidas em quatro regiões italianas.

Fonte: http://www.reuters.com/…/us-italy-breastmilk-arrests-idUSKC…

Compartilhe !